verboemmovimento

Libras e Surdos: Políticas, Linguagem e Inclusão

LIVE: Libras e Surdos: Políticas, Linguagem e Inclusão

A Libras é fundamental para a inclusão dos surdos na sociedade, sendo necessário o reconhecimento e valorização dessa língua. Políticas públicas de inclusão são essenciais para garantir acessibilidade e igualdade de direitos. A educação inclusiva e a formação de intérpretes são aspectos fundamentais para a inclusão dos surdos. A falta de conhecimento e valorização da Libras ainda é um desafio. A inclusão dos surdos passa pela valorização da Libras e pela garantia de seus direitos linguísticos.

LIVE: Libras e Surdos: Políticas, Linguagem e Inclusão Read More »

Por que estudar Libras?

Por que estudar Libras? Muito mais que inclusão, uma oportunidade de crescimento! Você já se perguntou como seria viver em um mundo onde a comunicação não é possível? Para milhões de pessoas surdas no Brasil, essa é a realidade cotidiana. A Língua de Sinais Brasileira (Libras) é a ponte que conecta a comunidade surda ao mundo, abrindo portas para a inclusão social, profissional e cultural. No Brasil, estima-se que existam mais de 5 milhões de pessoas surdas em fase escolar, formando uma comunidade vibrante com sua própria cultura e identidade. A Libras, reconhecida como língua oficial em 2002 através da lei 10.436, é fundamental para garantir a comunicação eficaz e o acesso à informação para essa comunidade. Mas por que você, como ouvinte, deveria aprender Libras? Os motivos vão além da simples inclusão. Aprender Libras traz diversos benefícios, como: Estudar Libras no [Nome do Curso]: Um investimento em você e no futuro Nosso curso de Libras é reconhecido pelo MEC, o que garante a qualidade do ensino e a certificação oficial. Através de uma metodologia inovadora e interativa, você aprenderá Libras de forma rápida e eficaz, com materiais didáticos atualizados e professores experientes. Oferecemos: Dê o primeiro passo para um futuro mais inclusivo! Matricule-se agora no nosso curso de extensão universitária de Libras e abra um mundo de possibilidades! Acesse nosso site e confira as datas das próximas turmas: www.verboemmovimento.com Siga-nos nas redes sociais: Junte-se a nós e faça parte da mudança!

Por que estudar Libras? Read More »

Selo de reconhecimento do MEC

Metodologia reconhecida pelo MEC

Curso de extensão universitária reconhecido pelo MEC através de uma instituição de Ensino Superior. Venha se especializar em Libras com a gente!

Material informativos sobre Libras e Cultura Surda organizado ou produzido pela Escola Verbo em Movimento | www.verboemmovimento.com

Metodologia reconhecida pelo MEC Read More »

Curso de Libras Verbo em Movimento

Pronomes interrogativos em Libras

https://www.youtube.com/watch?v=S-Q3GcCNxco&t=8s 🤔PRONOMES INTERROGATIVOS. Bora aprender um pouquinho de Libras? É claro que você não vai sair falando em Libras apenas com este vídeo, mas queremos trazer pra você um pouco mais desta Língua que tanto os fascina! Quer aprender mais, venha estudar com a gente! 😍Se você gostou comenta aí, compartilha e pede um conteúdo pra gente #Vem #Educação #verboemmovimento #blogverbo #AprendizadoInterativo #Tradução #Inclusão

Pronomes interrogativos em Libras Read More »

O que é Libras e como aprender?

O que é Libras e como aprender? A língua de sinais Brasileira – Libras, é uma língua visual-gestual que é usada por pessoas surdas ou com deficiência auditiva. Ela é uma língua completa, com sua própria gramática e vocabulário, independente da língua Portuguesa. Aprender Libras pode trazer muitos benefícios, tanto para pessoas surdas quanto para pessoas ouvintes. Aqui estão alguns dos principais benefícios 🧠 🎯Melhorar a comunicação: Libras é uma forma de comunicação natural e eficaz para pessoas surdas e com deficiência auditiva. Ao aprender Libras, você poderá se comunicar com essas pessoas de forma direta e sem barreiras. 🎯Promover a inclusão: Libras é uma língua que promove a inclusão e a acessibilidade. Ao aprender Libras, você estará ajudando a criar um mundo mais inclusivo para pessoas surdas e com deficiência auditiva. 🎯Expandir sua mente: Aprender uma nova língua pode ser uma experiência muito gratificante. Ao aprender Libras, você estará expandindo sua mente e sua cultura. 🎯Conhecer novas pessoas: Ao aprender Libras, você terá a oportunidade de conhecer pessoas surdas e com deficiência auditiva de todo o mundo. Essas pessoas podem compartilhar com você sua cultura, sua história e sua perspectiva única sobre o mundo. 🤔Se você está pensando em aprender Libras, nós lhe encorajamos a dar o primeiro passo. É uma experiência que você nunca esquecerá. 🤩Aqui estão algumas dicas para aprender Libras: ✍️Encontre um curso ou tutor de Libras. A Escola Verbo em Movimento possui ambos e está com matrículas abertas ✍️Pratique o máximo possível. Quanto mais você praticar, melhor você se tornará em Libras. Nós temos grupos de estudos, oficinas e a Sexta Sinalizante para te ajudar neste processo ✍️Não tenha medo de cometer erros. Todos cometem erros quando estão aprendendo uma nova língua ✍️Seja paciente. Aprender uma nova língua leva tempo. Não tenha pressa, uma nova língua não se aprende da noite pro dia.  Tenha Calma! 🧘‍♀️ Se você seguir essas dicas, você estará no caminho certo para evoluir sua fluência em Libras.🚀 😍Venha fazer uma aula experimental GRATUITA com a gente #Vem ou agende uma avaliação de nível.  11 3101 6706 – 11 930667318cursodelibras@verboemmovimento.comwww.verboemmovimento.com

O que é Libras e como aprender? Read More »

A Terminologia Correta na Inclusão: Uma Necessidade Fundamental

  A linguagem é uma ferramenta poderosa. Ela não apenas nos permite comunicar ideias e pensamentos, mas também pode moldar a maneira como vemos e interagimos com o mundo. Quando se trata de inclusão, usar a terminologia correta é essencial. Neste artigo, vamos explorar a importância de utilizar a terminologia correta na inclusão, destacando as expressões-chave e guiando você através dos conceitos e definições mais relevantes. 1. Introdução à Inclusão A inclusão é um conceito amplo que se refere à prática de garantir que todas as pessoas, independentemente de suas habilidades ou deficiências, tenham oportunidades iguais em todas as áreas da vida. Isso inclui, mas não se limita à educação, emprego, serviços sociais e direitos civis. 1.1. A importância da terminologia A terminologia que usamos para falar sobre inclusão é extremamente importante. Palavras e frases podem ter um impacto significativo na maneira como percebemos e tratamos os indivíduos com deficiências. Usar a terminologia correta não apenas demonstra respeito e compreensão, mas também pode ajudar a promover a inclusão e a igualdade. 2. A Linguagem da Inclusão Na busca pela inclusão, é essencial usar a terminologia correta. A linguagem que usamos reflete nossa atitude e posicionamento em relação ao assunto. 2.1. Expressões-chave Existem várias expressões-chave que são frequentemente usadas ao se falar sobre inclusão. Por exemplo, a expressão “pessoa com deficiência” é preferível a termos como “deficiente” ou “portador de deficiência”, pois coloca a pessoa antes da deficiência, enfatizando que ela é, acima de tudo, um indivíduo. 3. Definições de Deficiências Na inclusão, é essencial entender as várias deficiências e como elas podem afetar os indivíduos. Aqui estão algumas das definições mais comuns: 3.1. Deficiência Auditiva A deficiência auditiva se refere à perda de audição bilateral, igual ou acima de quarenta e um decibeis (41 dB) ou mais, aferida por audiometria na média das frequências de 500Hz, 1.000Hz, 2.000Hz e 3.000Hz. 3.2. Deficiência Visual A deficiência visual inclui várias condições, desde cegueira total até baixa visão, onde a acuidade visual é entre 0,3 e 0,05 no melhor olho, com a melhor correção óptica. 3.3. Deficiência Física A deficiência física pode variar amplamente, mas geralmente envolve a alteração completa ou parcial de um ou mais segmentos do corpo humano, resultando em comprometimento da função física. 3.4. Deficiência Intelectual A deficiência intelectual é caracterizada por um funcionamento intelectual significativamente inferior à média, com manifestação antes dos dezoito anos e limitações associadas a duas ou mais áreas de habilidades adaptativas. 4. Atendimento Educacional Especializado (AEE) O Atendimento Educacional Especializado (AEE) é uma parte fundamental da inclusão na educação. É um serviço prestado de forma complementar ou suplementar à formação do aluno, visando eliminar as barreiras que impedem a plena participação na sociedade e o desenvolvimento da aprendizagem. 4.1. Profissional de Apoio O profissional de apoio, também conhecido como cuidador, oferece suporte aos alunos que precisam de assistência com atividades diárias, como alimentação e higiene. No entanto, o papel deles não é de natureza pedagógica. 4.2. Professor Interlocutor O professor interlocutor é um docente que interpreta em Libras, a língua de sinais brasileira utilizada pelos Surdos brasileiros, os conteúdos ministrados pelos professores regulares nas salas de aula onde há alunos com deficiência auditiva e Surdos que usam a Libras como forma de comunicação. 5. Conclusão A terminologia correta na inclusão é uma ferramenta vital para promover a igualdade e o respeito. Ao usar a linguagem certa, podemos ajudar a moldar uma sociedade mais inclusiva e acolhedora para todos. Lembre-se, a inclusão começa com a compreensão e o respeito – e isso começa com a linguagem que usamos. Ao discutir questões de inclusão, é crucial usar a terminologia correta. A linguagem que usamos pode demonstrar respeito ou discriminação, mesmo que involuntariamente. Portanto, é vital utilizar os termos adequados, educar nossos alunos a fazer o mesmo e compartilhar essas informações com toda a comunidade educacional. Referências Pública do Governo do Estado de São Paulo. (n.d.). Terminologia na Inclusão.  Lupinacci, L. (n.d.). A importância da terminologia correta na inclusão.  Blog da Verbo. (n.d.). A Linguagem da Inclusão.  Bibliografia Secretaria de Educação de São Paulo. (n.d.). Resolução SE nº 61/14.  Associação Americana de Deficiência Intelectual e Desenvolvimento. (n.d.). Definição de Deficiência Intelectual.  Manual Diagnóstico e Estatístico de Transtornos Mentais. (n.d.). DSM-5. 

A Terminologia Correta na Inclusão: Uma Necessidade Fundamental Read More »

book, read, woman-841171.jpg

Aprenda a usar o termos corretos

Terminologias sobre deficiência: o que você precisa saber Nesta matéria, a Escola Verbo em Movimento quer te orientar para usar os termos corretos de acordo com os estudos de Claudia Werneck e Romeu Kazumi Sassaki, os maiores pesquisadores no Brasil quando se trata de inclusão, acessibilidade e direitos das pessoas com deficiência. Então vamos conhecer os termos, entender seus conceitos e porque ao longo dos anos eles mudam. Os termos com ❌ vermelho são os que você deve evitar (esperamos que após ler este artigo você seja uma pessoa mais consciente). Vamos aos termos… A deficiência é uma condição que pode afetar a capacidade de uma pessoa realizar atividades dentro do padrão considerado normal para o ser humano. Ela pode ser causada por fatores genéticos, ambientais ou adquiridos, e pode ser temporária ou permanente. Termos a evitar ❌ ❌Pessoas com necessidades especiais: esse termo é abrangente e pode se referir a pessoas com deficiência ou a pessoas com outras condições, como transtornos de aprendizagem. É importante ser específico e usar o termo “pessoas com deficiência” quando se refere a pessoas que têm uma deficiência. ❌Portador de deficiência: esse termo sugere que a deficiência é algo que a pessoa carrega consigo, como uma bagagem. É mais apropriado usar o termo “pessoa com deficiência”, pois reconhece a pessoa como sujeito de direitos e dignidade. ❌Deficiente: esse termo pode ser considerado pejorativo, pois sugere que a pessoa é incapaz. É mais apropriado usar o termo “pessoa com deficiência”, pois enfatiza a pessoa e não a deficiência. ❌Surdo-mudo: esse termo é equivocado, pois a surdez e a mudez são condições diferentes. O termo correto é “surdo” para se referir a pessoas que não ouvem, e “mudo” para se referir a pessoas que não falam. ❌Mudo: esse termo também é equivocado, pois a mudez é a incapacidade de falar, e não de ouvir. O termo correto é “surdo” para se referir a pessoas que não ouvem. Termos corretos✅ ✅Pessoas com deficiência: esse termo é o mais adequado para se referir às pessoas com deficiência, pois reconhece a pessoa como sujeito de direitos e dignidade. ✅Surdo: esse termo é correto para se referir a pessoas que não ouvem. Abordagem da deficiência A abordagem da deficiência pode ser médica ou biopsicossocial. A abordagem médica considera a deficiência como uma condição física ou mental que precisa ser tratada ou curada Entenda É importante usar a terminologia correta ao se referir às pessoas com deficiência. Isso demonstra respeito e consideração por essas pessoas.   Recomendamos Ao se referir a pessoas com deficiência, é importante usar a terminologia correta, pois isso demonstra respeito e consideração. As recomendações são as seguintes: ❌Evite usar termos pejorativos ou depreciativos, como “portador de deficiência”, “deficiente”, “surdo-mudo”, “mudinho”. ✅Use o termo “pessoa com deficiência”, que é o mais adequado e inclusivo. ✅No caso de deficiência auditiva, use o termo “pessoa com deficiência auditiva”. ✅No caso de deficiência visual, use o termo “pessoa com deficiência visual”. ✅No caso de deficiência motora, use o termo “pessoa com deficiência motora”. Ao usar a terminologia correta, estamos contribuindo para a construção de uma sociedade mais inclusiva e respeitosa às pessoas com deficiência.  

Aprenda a usar o termos corretos Read More »

Curso de LIbras

As maravilhas da Libras

Descubra as Maravilhas da Libras: Inicie hoje o seu aprendizado da língua de sinais! Clique aqui Você já ouviu falar sobre a Língua Brasileira de Sinais, também conhecida como Libras? Se não, você está prestes a descobrir as maravilhas dessa língua fascinante! A Libras é a língua oficial dos surdos no Brasil e possui uma riqueza cultural e histórica que merece ser explorada. Neste artigo, vamos mergulhar no mundo da Libras, desde sua história até os benefícios de aprendê-la. Então, vamos começar essa jornada de descoberta! História da Libras A história da Libras remonta ao século XIX, quando o educador francês Hernest Huet desembarcou no Brasil trazendo consigo o a língua de sinais francesa (LSF). A LSF foi sendo adaptada pelos surdos brasileiros e se tornou a base da Língua de Sinais Brasileira – Libras (ou LSB) que conhecemos hoje. No entanto, foi somente em 2002 que a Libras foi oficialmente reconhecida como a língua dos surdos brasileiros através da lei 10.436. Esse marco histórico trouxe uma maior valorização e inclusão da comunidade surda, proporcionando mais oportunidades de comunicação e acessibilidade. Benefícios de aprender Libras Aprender Libras vai além de adquirir uma nova habilidade linguística. É uma forma de inclusão e de ampliar nossos horizontes. Ao aprender Libras, você se torna capaz de se comunicar com a comunidade surda (10 milhões de acordo com o IBGE 2010), estabelecendo conexões mais profundas e significativas na empresa, nos hospitais e em casa. Além disso, a Libras também desenvolve habilidades cognitivas, como a capacidade de concentração, memória e raciocínio lógico. Aprender Libras pode abrir portas para novas oportunidades profissionais, como atuar como intérprete, professor ou trabalhar em áreas relacionadas à inclusão e acessibilidade. Começando com a Libras Agora que você está convencido dos benefícios de aprender Libras, vamos falar sobre como dar os primeiros passos nessa jornada emocionante. A primeira coisa que você precisa fazer é encontrar um curso de Libras que se adeque às suas necessidades e interesses, como o curso de Libras da escola Verbo em Movimento onde existem diversas horários disponíveis, desde cursos presenciais até cursos online. Certifique-se de escolher um curso ministrado por profissionais qualificados e que ofereça uma abordagem interativa e prática porque está cheio de amadores ensinando Libras nas redes sociais. Curso rápido de Libras Se você está com pressa para começar a aprender Libras, o curso de Libras intensivo da escola Verbo em Movimento pode ser a opção ideal para você. Um curso rápido de Libras é projetado para fornecer uma introdução básica à língua de sinais, ensinando além do alfabeto manual, como vocabulário básico e frases comuns. Embora um curso rápido não aprofunde todos os aspectos da Libras, ele oferece uma base sólida para que você possa se comunicar de forma básica com a comunidade surda. Lembre-se de praticar regularmente e buscar oportunidades para interagir com pessoas fluentes em Libras, a fim de aprimorar suas habilidades. (Solicite informações aqui) Melhores práticas para aprender Libras Aprender uma nova língua pode ser desafiador, mas com as melhores práticas certas, você pode tornar essa jornada mais suave e eficaz. Aqui estão algumas dicas para ajudar você a aprender Libras de forma mais eficiente: Pratique diariamente: Reserve um tempo todos os dias para praticar Libras, seja assistindo a vídeos, conversando com pessoas fluentes ou praticando com um amigo. Estudos comprovam que 15 minutos por dia são suficientes. Imersão na língua: Busque oportunidades para se imergir na língua de sinais, como assistir a canais de surdos nas redes sociais em Libras, participar de eventos da comunidade surda ou até mesmo se voluntariar em uma instituição que trabalhe com a comunidade surda. Na escola Verbo em Movimento temos vários eventos voltados aos estudantes de Libras bem como projetos voluntário em parceria com várias empresas onde o aluno poderá participar. Seja paciente: Aprender uma nova língua requer tempo e esforço, e cada pessoa tem o seu tempo. Seja paciente consigo mesmo e celebre cada pequena conquista ao longo do caminho. Erros comuns cometidos por alunos de Libras Ao aprender Libras, é natural cometer alguns erros. No entanto, conhecer os erros comuns pode ajudar você a evitá-los e acelerar seu progresso. Aqui estão alguns erros comuns que alunos de Libras costumam cometer: Traduzir palavra por palavra: A Libras não é e nunca foi uma cópia da língua Portuguesa ou o português feito com as mão, de forma alguma, ela possui sua própria gramática e estrutura, portanto, é importante entender que não é possível traduzir palavra por palavra do português para a Libras sem comentar algum erro de tradução ou compreensão da fala. Não praticar o suficiente: A prática é fundamental ao aprender qualquer língua, e com a Libras não é diferente. Certifique-se de dedicar tempo suficiente para praticar suas habilidades de comunicação em Libras. Como dissemos acima, 15 minutos por dia são suficientes para evoluir no aprendizado da Libras. Não buscar feedback: Por medo do erro e por orgulho, muitos alunos iniciantes e até veteranos não pedem ajudar ou feedback. Não cometa este erro! Busque feedback de pessoas fluentes em Libras para identificar áreas de melhoria e corrigir eventuais erros. Faça isso de preferencia com um profissional qualificado. Recursos para alunos de Libras Felizmente, pra você  aqui na escola de Libras Verbo em Movimento existem muitos recursos disponíveis para ajudar alunos de Libras em sua jornada de aprendizado. Aqui estão alguns recursos que podem ser úteis: Aplicativos de aprendizado de Libras: neste aplicativo nós oferecemos lições interativas e exercícios para ajudar você a aprender Libras de forma autônoma além da sala de aula. Ambiente Virtual de Aprendizado (AVA) : Ao estudar conosco você terá acesso o AVA, uma plataformas de material e vídeos, como o YouTube, onde oferecemos uma variedade de conteúdos educativos em Libras, desde aulas, conteúdo complementar, apostilas, slides até histórias e conversas do dia a dia. Comunidades online: Participe de grupos e fóruns no Telegram voltados para a aprendizagem da Libras, onde você pode interagir e compartilhar experiências com outros alunos e pessoas fluentes em Libras. Suporte da comunidade para

As maravilhas da Libras Read More »

Técnicas teatrais para melhorar sua comunicação em Libras
Rolar para cima